AACR2

Código de catalogação Anglo-Americano

Os princípios do Controle Bibliográfico Universal, que permearam as iniciativas de organização documental, foram consolidados no século XX pela institucionalização de programas e projetos de cunho internacional. Esses, por sua vez, possibilitaram a elaboração de diretrizes para obtenção de maior uniformidade na descrição bibliográfica dos documentos publicados em cada país. Dentre essas iniciativas, em 1961 a “Conferência Internacional sobre Princípios de Catalogação”, realizada em Paris, patrocinada pela UNESCO e organizada pela IFLA, apresentou propostas que levaram inicialmente à publicação do Código de Catalogação Anglo-Americano (Anglo-American Cataloging Rules-AACR), em 1967. Como resultados mais importantes nos anos subsequentes, estão as reformulações de códigos nacionais de catalogação com base em regras internacionais.

No Brasil, os trabalhos realizados nessa área tiveram como precursora a eminente bibliotecária Maria Luísa Monteiro da Cunha, da Universidade de São Paulo, que participou da mencionada Conferência realizada em 1961. A partir daquele momento, ela iniciou a divulgação da proposta junto às bibliotecas brasileiras e escolas de Biblioteconomia, ressaltando a importância da adoção de princípios internacionais de representação descritiva de publicações. Em 1969, foi publicada a primeira edição brasileira do AACR, coordenada pelo então atuante bibliotecário Abner Lellis Corrêa Vicentini.

Em 1978, novo código foi publicado em inglês. No Brasil, a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições – FEBAB, a partir de vários contatos realizados com a American Library Association, Library Association e Canadian Library Association, assinou em 11 de julho de 1980 o acordo que autorizava a Federação a publicar a obra em língua portuguesa, efetivada em dois volumes: em 1983 o volume 1, e em 1985 o volume 2. Posteriormente, várias tentativas foram realizadas para reimpressão do código com as atualizações publicadas desde 1988, porém sem sucesso devido à insuficiência de recursos financeiros. Em janeiro de 2003, foi efetivada a renovação do contrato com os editores do AACR para a cessão dos direitos autorais, o que possibilitou à FEBAB as providências para tornar disponível aos bibliotecários brasileiros e dos países de língua portuguesa o novo Código de Catalogação Anglo-Americano, 2ª edição, revisão 2002.

Esta publicação, no entanto, não poderia ser realizada sem a colaboração dedicada dos bibliotecários que, durante todos esses anos, vêm participando graciosamente dos grupos de trabalho, coordenados pelas diligentes especialistas na área, Neyde Pedroso Póvoa e Rosa Maria Rodrigues Corrêa, para a atualização da tradução de todas revisões do código. O resultado obtido proporcionou o conteúdo necessário para esta nova edição, impressa conforme o original em língua inglesa, no formato de folhas soltas acondicionadas em pastas especiais, para facilitar as atualizações posteriores, que possivelmente serão divulgadas com maior freqüência, devido às revisões mais substanciais em decorrência de novos suportes e do uso das tecnologias de informação e comunicação.

Nesta oportunidade, externamos nossos profundos agradecimentos a todos os profissionais, amigos, instituições e empresas que colaboraram de várias formas para a realização deste projeto. Em especial, destacamos a Votorantim Celulose e Papel, pela doação do papel para a publicação; o Conselho Regional de Biblioteconomia – 8a Região, pelo apoio na editoração; e a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, que viabilizou a impressão conforme projeto proposto pela FEBAB.

Com esta nova edição, estamos confiantes na continuidade de futuras revisões pelos especialistas da área, juntamente com a Diretoria da FEBAB, para proporcionar à classe bibliotecária brasileira e de língua portuguesa um código sempre atualizado, a fim de manter um padrão de descrição bibliográfica equiparado aos demais países e compatível com os desafios de ambientes de alta tecnologia e de intercâmbio de informações, cada vez mais presentes em nossa realidade.

Adquira agora mesmo seu exemplar em nossa Loja Virtual
loja.febab.org.br/aacr2.html